terça-feira, 29 de novembro de 2016

CONHEÇA OS SETE CHAKRAS PRINCIPAIS

Chakra ou Chacra, em sânscrito, quer dizer roda da vida ou círculo de fogo, e são os centros energéticos localizados no nosso campo áurico, que servem principalmente para manter a transferência contínua entre as fontes de energia espiritual (universo espiritual) e telúrica (mundo natural) com o plano material (corpo orgânico).  Existem, segundo estudiosos, mais de centenas de milhares de chakras, mas vou mencionar aqui apenas os sete principais que é de suma importância conhecê-los para entendermos melhor como nossos equilíbrios físico, emocional, mental e sutil dependem deles. A seguir, resumo das principais características de cada chakra (não darei aqui um estudo aprofundado dos 7 chakras, mas apenas o básico):

(1) CHAKRA BASE: Também conhecido como sacro, kundalini ou Muladhara (raiz da vida). Localizado na região pélvica. Está associado ao olfato, pois se encontra ligado ao plano de sobrevivência e a percepção mais primitiva do ser humano. Este chakra rege os órgãos genitais, os dentes, as unhas, os cabelos, os ossos, a coluna vertebral, o intestino grosso e toda a parte da pélvis, coxas, pernas e pés. Demais informações - Sistema: esquelético. Glândulas: suprarrenais. Campo áurico correspondente: físico.  Cor associada: vermelho intenso. Mantra associado: LAM (pronunciado sete vezes para equilíbrio básico). Elemento: terra. Princípio básico: vontade física para ser, aterramento. Estado interior: segurança, estabilidade. Estado exterior: solidez. Em desequilíbrio - dilacerado ou obstruído: Problemas de peso, hemorróidas, constipação, dor ciática, artrite degenerativa, problemas nos joelhos, preguiça, apatia, impotência, frigidez, insegurança falta de apetite, doenças nos órgãos excretores ou nos ossos, hostilidade, raiva, fobia, desajuste social, compulsão sexual, vícios em geral, queda de cabelo, ossos e dentes fracos. Em equilíbrio: perseverança, autoestima, reconhecimento pessoal e social, busca da segurança pessoal, do trabalho como sobrevivência, da satisfação de forma honrada, da construção da vida material e sentimental de modo honesto e sereno. Alimentos: proteínas, carnes. Verbo: ter. Cristais: rubi, granada, jaspe vermelho, dentre outros de cor vermelha e também pretas (turmalina negra, ônix, obsidiana negra). Necessidades: alimentos fortes, sono. Força motriz: gravidade.
Uso excessivo do vermelho aumenta a impulsividade, nervosismo, confusão, desespero. Ausência do vermelho induz à passividade excessiva e inadequada capacidade de autodefesa.

(2) CHAKRA UMBILICAL: Também chamado de esplênico ou Svadhishthana (morada próxima da divindade), se encontra  na região do baixo abdome, ou quatro dedos abaixo do umbigo. Está associado ao paladar que é a região que testamos nossos desejos (alimento, prazer). Este chakra rege a saúde dos ovários, testículos, seios, bexiga, rins, intestino grosso, intestino delgado, músculos, cartilagens, veias, pele e região lombar. Demais informações - Sistemas: muscular, reprodutor. Glândulas: ovários e testículos (gônadas). Campo áurico correspondente: emocional. Cor associada: laranja. Mantra associado: VAM (pronunciado sete vezes para equilíbrio básico). Elemento: água. Princípio básico: reprodução criativa do ser. Estado interior: sentimento. Estado exterior: líquido. Em desequilíbrio - dilacerado ou obstruído: ciúme, vingança, vaidade excessiva, compulsão sexual, alcoolismo, ansiedade, desespero, sudorese, cistite, diarreia, infecção do sistema urinário, no intestino grosso, nos ovários ou na próstata, incerteza, vergonha, medo, culpa, reclusão, tristeza, inquietação, sensação de inadequação social, autorrepressão sexual, perda da libido, cólicas, flatulência, eructação, deficiência da produção do leite materno, má circulação,dores na região lombar, disfunção renal. Em equilíbrio: autoestima, serenidade, segurança emocional e mental, bons pensamentos, sociabilidade, integração familiar, coragem e motivação na realização dos desejos de forma honesta e justa. Alimentos: líquidos. Verbo: sentir. Cristais: cornalina, calcita laranja, pedra da lua, dentre outros de cor alaranjada. Necessidades: sono acima da média, condimentos, preparação para o futuro. Força motriz: atração dos opostos.
Uso excessivo do laranja leva à inquietação e à ansiedade. A ausência, ao desequilíbrio pela obstrução.

(3) CHAKRA  DO PLEXO SOLAR: Também conhecido por chakra do baço ou Manipura (repleto de jóias espirituais). Localizado na região do estômago. Está associado à visão que é por onde observamos e analisamos o mundo em sua plenitude. Este chakra rege a saúde do estômago, fígado, bílis, pâncreas, intestino delgado, região dorsal e à saúde psíquica. Se encontra conectado ao plano mental consciente (razão, ideais, planejamento). Demais informações - Sistema: digestivo.  Glândula: pâncreas. Campo áurico correspondente: mental. Cor associada: amarelo. Mantra associado: RAM (pronunciado sete vezes para equilíbrio básico). Elemento: fogo. Princípio básico: constituição do ser, vontade, poder, decisão. Estado interior: riso, alegria, raiva. Estado exterior: plasma. Em desequilíbrio - dilacerado ou obstruído: perfeccionismo, impaciência, intolerância, irritabilidade, ambição desmedida, moralismo, preconceito, arrogância, dispersão, esquecimento, compulsão alimentar, úlcera, gastrite, cirrose, diabetes, colesterolemia, obsessão, devaneio, utopia, inveja,  indecisão, distorção dos fatos, mentiras, estresse, insônia, má digestão, perda do apetite, hipoglicemia. Em equilíbrio: autoconfiança, flexibilidade, compreensão, organização, expressão sincera dos desejos, conhecimento da exata proporção da realidade, planejamento do futuro de forma racional às necessidades pessoais, prosperidade material. Alimentos: amido. Verbo: poder. Cristais: citrino, calcita amarela, topázio amarelo dentre outros de cor amarela. Necessidades: açúcar, sono normal. Força motriz: combustão. 
Uso excessivo do amarelo leva ao aumento da extroversão, busca de uma saída para as dificuldades. Ausência do amarelo leva a pessoa a sentir-se frustrada e presa ás normas sociais, sem espontaneidade.

(4) CHAKRA CARDÍACO: Também chamado chakra do coração ou  Anahata (divino e inviolável pelo homem). Localizado  na região torácica, no centro do peito, entre os mamilos. Está associado ao tato por onde expressamos todo tipo de emoção e sentimento. Este chakra rege a saúde do coração, da circulação sanguínea, dos pulmões, do esôfago, da traqueia e da região cervical, braços e mãos. Este chakra também elabora a conexão entre os três chakras inferiores (base, umbilical e plexo solar - vida material) e os três superiores (laríngeo, frontal e coronário - vida espiritual), simbolizando assim, o equilíbrio da vida. Demais informações - Sistema: circulatório. Glândula: timo. Campo áurico correspondente: astral. Cor associada: verde - também o rosa. Mantra associado: YAM (pronunciado sete vezes para equilíbrio básico). Elemento: ar. Princípio básico: abnegação do ser. Estado interior: amor, compaixão. Estado exterior: gasoso. Em desequilíbrio - dilacerado ou obstruído: amargura, revolta, ódio, medo de amar, autopiedade, angústia, taquicardia, hipertensão, doenças do sistema respiratório inferior ou do circulatório, nostalgia, carência, , mágoa, melancolia, vazio interior, lamentação, frustração, arrependimento, perda da fé, dor no peito, falta de ar, hipotensão, enfarte, deficiência imunológica. Em equilíbrio: amor-próprio, esperança, compaixão, perdão, felicidade, fraternidade, tolerância, alegria de viver, compreensão, ajuda ao próximo, devoção, fé. Verbo: amar. Cristais: aventurina, quartzo verde, quartzo rosa, rodocrosita, turmalina rosa, dentre outros de cor verde e também rosa. Necessidades: sono exagerado, alimentos simples. 
Uso excessivo do verde leva ao orgulho, perda de crescimento e apego à necessidade de autoafirmação. Ausência do verde e do rosa  leva à insensiblidade, à incapacidade e à dificuldade no contato com as pessoas.

(5) CHAKRA LARÍNGEO: Também conhecido como chakra da garganta ou Vishuddha (purificar a vida). Localizado na região anterior do pescoço, na base da garganta, entre as junções das clavículas. Está associado à audição que por meio da comunicação podemos construir amores, amizades e acordos com a polidez e a atenção ou destruí-los com a estupidez e a desconsideração. Este chakra rege a saúde da garganta, laringe, faringe, boca, ouvidos, canal dental, língua e pescoço. É responsável pelo metabolismo, crescimento, renovação celular e a formação óssea. O chakra laríngeo é o portal da comunicação como expressão, verbalização dos pensamentos e dos sentimentos bons ou maus. Demais informações - Sistema: respiratório. Glândula: tireóide. Campo áurico correspondente: superior. Cor associada: azul e também o verde claro. Mantra associado: HAM (pronunciado sete vezes para euquilíbrio básico). Elemento: éter. Princípio básico: ressonância do ser. Estado interior: síntese de ideias em símbolos. Estado exterior: vibração. Em desequilíbrio - dilacerado ou obstruído: tagarelice, criticismo, sarcasmo, ansiedade, irritabilidade, inquietação, nervosismo, egoísmo, intolerância, mudanças de humor, crescimento irregular de uma parte do corpo ou órgão, doenças do sistema nervoso, garganta ou ouvidos, gagueira, introspecção, afonia, atrofia de qualquer membro ou órgão. Em equilíbrio: plena comunicação verbal do plano mental e sentimental, boa interação familiar e social, direção dos objetivos, criatividade, autocontrole, educação. Alimentos: frutas. Verbo: falar. Cristais: turquesa, quartzo azul, água marinha dentre outros de cor azul claro ou esverdeada. Necessidades: alimentos assimiláveis e sono variável. 
Uso excessivo do azul leva à dependência emocional e à melancolia. Ausência leva ao desequilíbrio desse chakra.

(6) CHAKRA FRONTAL: Também conhecido como chakra do terceiro olho ou Ajna (saber além da matéria). Localizado na região central da testa, acima e entre as sobrancelhas. Está associado ao sexto sentido que representa  nossa intuição e percepção mediúnica. Este chakra rege a saúde dos olhos, fossas nasais, cérebro, cerebelo, neurônios, eletricidade nervosa e cerebral. Neste centro energético   não existe a força do ego tão estabelecida nos três  primeiros chakras ou o domínio de si, nos dois anteriores. No chakra frontal  desenvolve-se a filosofia, a arte e a espiritualidade e dessa forma podemos associar  o terceiro chakra (plexo solar) ao hemisfério cerebral esquerdo (lógica, razão, ciência) e o sexto (chakra laríngeo), ao hemisfério direito (abstração, sentimento, arte). Demais informações - Sistema: metabólico. Glândula: hipófise ou pituitária. Campo áurico correspondente: causal. Cor associada: índigo ou violeta. Mantra associado: OM ou KSHAM (pronunciado sete vezes para equilíbrio básico).  Princípio básico: Autoconhecimento. Em desequilíbrio - dilacerado ou obstruído: Irracionalidade, alucinação, incoerência, fanatismo, paranoia, psicose, desequilíbrio endócrino, alergia respiratória, doenças do sistema nervoso simpático, das fossas nasais (sinusite, rinite) e olhos,  depressão, fatalismo, baixa autoestima, perda de memória, esquizofrenia, hipocondria, letargia, falta de crenças. Em equilíbrio: autoconhecimento, poder mental e espiritual, compreensão do universo cósmico e telúrico, encontro com o "eu  superior", intuição, percepção, sabedoria atávica. Verbo: ver. Cristais: sodalita, lápis-lazúli, ágata azul rendada, dentre outros de cor azul escura. Necessidades: Alimentos leves, sono disciplinado.
Não há uso excessivo da cor índigo. Ausência leva ao desequilíbrio desse chakra.

(7) CHAKRA CORONÁRIO: Também conhecido como chakra da coroa ou Sahasrara (mil pétalas ou mil luzes do espírito). Localizado  na região acima da cabeça ou cocoruto. Está associado à transcendência. Este chakra é inexplicável. somente por intermédio do sexto chakra seria possível dislumbrar uma ínfima proporção de sua qualidade não terrestre. Suas energias  são extremamente inacessíveis ao ego humano, somente perceptíveis por alguém iluminado como um perfeito iogue ou um sacerdote muito puro por exemplo. Ele é o elo entre o ser humano e o universo espriritual, do contato com os mestres superiores ou divindades - não confundir com religião, religiosidade ou devoção que são atributos do chakra cardiaco. Podemos definir que o chakra base regula o instinto humano; o umbilical e o plexo solar administram o plano da consciência terrestre, o cardíaco e o laríngeo equilibram os intercâmbios pessoais, coletivos e espirituais; o frontal e o coronário suscitam o universo inconsciente, o transcendente. Dessa forma o primeiro chakra está conectado ao plano terrestre e o sétimo ao universo espiritual. No organismo este chakra rege a saúde do DNA, da memória genética, tectônica, nuclear. Demais informações: Sistema: endócrino. Glândula: pineal.  Campo áurico correspondente: espiritual. Cor associada: violeta ou incolor. Mantra associado: OM (pronunciado sete vezes para equilíbrio básico). Princípio básico: ser puro. Em desequilíbrio - dilacerado ou obstruído: degeneração celular, deformidade orgânica ou mental evoluída durante a existência (pós-nascimento) e no ventre materno. O desequilíbrio sempre estará  conectado com outro chakra, por exemplo: loucura (frontal); câncer (cardíaco); diabetes (plexo solar); artrite (umbilical); osteoporose (base); entre outras possibilidades. A desarmonia com o mundo humano existe por razões carmáticas, tanto do espírito quanto da família que o acolhe; Síndrome de Down, autismo, esquizofrenia, hermafroditismo, xifopagia. Em equilíbrio: transpessoalidade, autoconhecimetno, amor incondicional, compreensão dos desígnios divinos, da vida e da morte. Alimento: jejum. Verbo: saber. Cristais: ametista, quartzo transparente, diamante, dentre outros de cor violeta. Necessidades: liberdade na alimentação e no sono.
Não há uso excessivo da cor violeta. 

(Estas informações foram retiradas, resumidas e adaptadas de textos dos livros: Curso completo de Terapia Holística & Complementar de Nei Naiff - ed. Nova Era - págs. 33, 51, 54, 55, 56, 57, 58, 59, 60, 61 e 215; e do livro: O Tarô da Saúde de Celina Fioravante - Ground Editora, pág. 81).









terça-feira, 22 de novembro de 2016

RISCOS DE USAR ROUPAS E PERTENCES DE OUTRAS PESSOAS: REALMENTE EXISTEM?

A maioria das pessoas pelo menos, já deve ter usado roupas ou  pertences de outras pessoas, sejam elas compradas em brechós, recebidas de doações ou mesmo emprestadas. Mas até que ponto as energias dessas pessoas podem influenciar nas que usam seus pertences ou ex-pertences? Lembrando que as energias tanto boas quanto ruins, existem em praticamente tudo nesta vida, porém é bom lembrar também que elas são transmutáveis e que energias e características de cada pessoa são duas coisas totalmente diferentes. 
Ninguém vai mudar o seu caráter só porque usou ou usa determinada roupa ou objeto de outra pessoa. Existem pessoas que se apegam demais nas suas roupas e demais objetos e isso pode causar uma energia nada agradável na pessoa que comprou ou adquiriu de alguma forma tais pertences. No entanto, tudo vai  depender da sensibilidade, das crenças e principalmente da fixação mental de quem adquire.

Existem casos em que pessoas que faleceram  se apegaram tanto em vida nos seus pertences aqui  na terra -  e isso inclui não somente nas roupas, mas também na casa, no carro e demais pertences - que é muito comum quando outra pessoa tenta adquirir o que lhes pertencia, sentir um certo desconforto ou até mesmo uma certa repulsa, tamanho o apego dessas pessoas. Isso é muito mais comum do que se imagina e devemos nesses casos, ficar bem atentos à nossa intuição e sensibilidade espiritual antes mesmo da aquisição desses objetos ou bens, pois não se trata de uma pessoa em vida que teve de alguma forma que dispor do que não lhe servia mais, mas sim de alguém que já não pertence mais a esta vida e que não terá mais oportunidade de adquirir outros pertences. Entretanto a pessoa que tenta comprar ou pegar já sente suas vibrações negativas antes mesmo de tentar possuir o objeto "apegado" e acaba desistindo da aquisição. Se porém,  mesmo assim insistir, provavelmente poderá ter problemas posteriormente.

No que se refere às roupas e demais acessórios como sapatos, bijuterias, bolsas, etc de outras que doaram ou venderam ou mesmo quiseram emprestar e ainda estão em vida, não há do que se preocupar, mesmo sendo de pessoas desconhecidas, desde que você se sinta bem na hora de possuir ou pegar emprestado. Caso contrário, não insista. Tanto pessoas céticas, quanto espiritualizadas não vão se deixar influenciar pelas energias alheias se no primeiro caso (céticas) não acreditam em nada disso e portanto não sentem nenhuma vibração, quanto de uma pessoa que segue sua intuição e espiritualidade quando não sentem que há algo errado com aquilo que vão pegar.
Mas ainda existem aqueles que sentem uma certa dúvida depois que adquiriram tais pertences, principalmente quando começam a surgir problemas repentinos e associam essas aquisições com esses mesmos infortúnios, mas não querem dispor das roupas ou objetos, devido à dúvida: "Será que é da roupa/objeto que adquiri ou algo  alheio a isso?" Se você tem dúvidas mas não quer desfazer do que já é seu, existem boas alternativas que se continuarem seus problemas, provavelmente eles serão de outras fontes.
Eis o que você pode fazer para acabar com suas dúvidas:


- Lave as roupas e passe-as (se assim o tecido permitir) e limpe bem os objetos que adquiriu, antes mesmo de usá-los.
- Ao dormir, faça uma oração (um pedido ao seu Anjo da Guarda, Mentor ou Ser Espiritual em que acredita) para que revele se aquela roupa ou pertence está mesmo influenciando em sua vida negativamente; e por fim, uma prece (mentalização fixa positiva), colocando a(s) roupa(s) ou objeto(s) ao lado da sua cama ou debaixo do seu travesseiro. Com certeza, você terá um aviso. Se for um aviso de negatividade  do que possuiu, mentalize sua transmutação para positivar essas energias, abençoando a pessoa a que pertencia as roupa(s) ou objeto(s) e transmitindo-lhes paz.
- Outra maneira, é acender um incenso de arruda para fazer uma limpeza nos pertences enquanto apela para que a transmutação seja realizada.
- Deixar uma drusa de cristais ou algumas dessas pedras de proteção como turmalina negra, ametista, olho de tigre, olho de boi, olho de gato, enxofre ou perídoto em cima da roupa/objeto e usar ela consigo. A drusa é somente para deixar em cima da roupa/objeto enquanto não estiver em uso.
- Deixar de molho por algumas horas, depois de lavadas as roupas, em galhinhos de arruda e um pouco de sal grosso ajuda e muito. Depois é só enxaguar.
- Para quem trabalha com a radiestesia fica bem mais fácil e prático saber quais são as energias que estão atuando, com ajuda de um  instrumento adequado que pode ser o pêndulo, mais comumente utilizado pelos radiestesistas. Se você não é radiestesista mas tem a oportunidade de consultar um, será ótimo.

Por fim, se você tem receio de que tudo isso possa acontecer com você, não aceite nada emprestado, mesmo que alguém insista e nem adquira nenhuma peça de roupa ou acessório usado. Os receios e as dúvidas em possuir algo usado são seus piores inimigos e mesmo que não haja nada de mal, sua própria mente fixa nos medos e dúvidas, atrairá o pior para você.





 

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

FRASES INSPIRADORAS DE CHICO XAVIER

Impossível esquecer o legado de Chico Xavier, suas inúmeras obras e mensagens inesquecíveis! Aqui, um breve resumo de sua biografia:
Francisco Cândido Xavier nasceu em 2 de abril de 1910 numa cidade mineira de Pedro Leopoldo recebendo o nome de batismo de Francisco de Paula Cândido, mais conhecido como Chico Xavier. Filho  de João Cândido Xavier e de Maria João de Deus. Em 1915 foi morar com sua madrinha Maria Rita de Cássia, depois da morte de sua mãe. Em 1917 se livrou dos maltratos de sua madrinha e foi morar com Cidália Batista, a nova esposa de seu pai que reuniu todos os filhos do primeiro casamento. Chico Xavier começou a trabalhar em uma fábrica de tecidos em 1919 e concluiu o curso primário em 1923.
Em 1925 começou a trabalhar no armazém de José Felizardo Sobrinho, em Pedro Leopoldo.
Seu primeiro contato com o Espiritismo se deu em 1927 quando sua irmã ficou doente e foi levada em uma casa espírita para ser curada. Chico começou então a participar ativamente no Centro  Espírita Luís Gonzaga, fundado por seu irmão, José Xavier. Neste mesmo ano, realizou sua primeira psicografia.
Em 1931 conversou pela primeira vez com seu mentor espiritual Emmanuel. Escreveu seu primeiro livro mediúnico intitulado Parnaso de além-túmulo, uma coletânea de poemas assinados por grandes poetas brasileiros já falecidos: Castro Alves, Casimiro de Abreu e Augusto dos Anjos, dentre outros.
Em 1939 psicografou livros do escritor Humberto de Campos, falecido em 1934, e no mesmo ano lançou o livro Crônicas de além-túmulo, com textos do escritor.
Em 1944 foi processado pela família de Humberto de Campos que exigiu parte dos direitos autorais dos livros psicografados por Chico Xavier. Para evitar polêmica, Humberto de Campos passou a assinar com o pseudônimo de Irmão X. Neste mesmo ano, publicou o livro Nosso Lar, psicografado pelo espírito André Luiz, que vendeu mais de um milhão e duzentas mil cópias.
Em 1946 passou por problemas de saúde, vítima de tuberculose.
Em 1960 publicou o livro Mecanismos da mediunidade em parceria com o médium Waldo Vieira.
em 1963 aposentou-se depois de 30 anos de trabalho como auxiliar de serviços e daí  passou a intensificar seu trabalho de assistência social junto à comunidade espírita de Uberaba.
Em 1965 viajou para os Estados Unidos com o objetivo de difundir o Espiritismo. Em 1972 concedeu entrevista a um programa na TV Tupi que deu picos de audiência atingindo mais de 20 milhões de telespectadores. Foi indicado  para concorrer ao Prêmio Nobel da Paz de 1981. 
Em 1985 em julgamento histórico , seu pai João Francisco de Deus foi inocentado  da acusação de matar  sua mulher; sua defesa usou psicografias feitas por Chico Xavier e ditadas pelo espírito Cleide, mulher de João, que nas mensagens, inocentou o marido da culpa.
Em 1995, após um enfisema pulmonar, Chico  Xavier ficou bastante debilitado e preso numa cadeira de rodas.
Publicou seu último livro (dos mais de 400) em 1999, intitulado  Escada de luz. Poderia ter ficado rico com suas obras, mas doou  tudo o que ganhou em direitos autorais para instituições de auxílio ao próximo.
Faleceu  no dia 30 de junho, dia em que o Brasil comemorava a conquista do pentacampeonato mundial de futebol.
Viveu até o seu último dia com o salário de sua aposentadoria, sem usufruir materialmente dos ganhos obtidos com suas obras.

A seguir, separei algumas frases mais conhecidas e marcantes desse nosso grande mestre:

"Embora ninguém possa voltar atrás para fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora a fazer um novo fim."

"A desilusão de agora será bênção depois."

"Se Allan Kardec tivesse escrito que "fora do espiritismo não há salvação", eu teria ido por outro caminho. Graças a Deus ele escreveu "Fora da Caridade", ou seja, fora do Amor não há salvação."

"Sem a idéia da reencarnação, sinceramente, com todo o respeito às demais religiões, eu não vejo uma explicação sensata, inclusive para  a existência de Deus."

"Agradeço todas as dificuldades que enfrentei; não fosse por elas, eu não teria saído do lugar. As facilidades nos impedem de caminhar. Mesmo as críticas nos auxiliam muito."

"Uma das mais belas lições que tenho aprendido com o sofrimento: não julgar, definitivamente não julgar a quem quer que seja."

"Fico triste quando alguém me ofende, mas, com certeza, eu ficaria mais triste se fosse eu o ofensor. Magoar alguém é terrível!"

"O bem que praticares em qualquer lugar é seu advogado em toda a parte." 

"A crítica dos outros só poderá trazer-lhe prejuízo se você a consentir."

"A melhor maneira de aprender a desculpar os erros alheios é reconhecer que também somos humanos, capazes de errar talvez ainda mais desastradamente que os outros."

"Ajude conversando. Uma boa palavra auxilia sempre."

"Cada criatura constrói na própria mente e no próprio coração o paraíso que a erguerá ao nível sublime da perfeita alegria, ou o inferno que a rebaixará aos mais escuros antros de sofrimento."

"Dentro da visão espírita-cristã, céu, inferno e purgatório começam dentro de nós mesmos. A alegria do bem praticado é o alicerce do céu. A má intenção já é um piso para o purgatório e o mal devidamente efetuado, positivado, já é o remorso que é o princípio do inferno."

"Nada se realiza de útil e grande sem a coragem."

"Não critiques. A lâmina de nossa reprovação volta-se invariavelmente contra nós, expondo-nos as próprias deficiências."

"Ninguém recolhe o bem sem conquistá-lo e ninguém recebe o mal sem atraí-lo."

"Quem se aceita como é, doando de si à vida o melhor que tem, caminha mais facilmente para ser feliz como espera ser."

"Se quiser realmente ver o teu maior inimigo, pára por alguns instantes à frente de um espelho."

"Sempre que chamados à crítica, respeitemos o esforço nobre dos semelhantes. Para construir, são necessários amor e trabalho, estudo e competência, compreensão e serenidade, disciplina e devotamento. Para destruir, porém, basta às vezes, uma só palavra."

"Todas as vitórias são frutos substanciosos da perseverança."

"Perante Deus toda pessoa é importante."

"Quem perdeu a própria fé nada mais tem a perder."

"Recorda: felicidade é uma construção a fazer. o alicerce está em ti mesmo."

"O seu pior momento na vida é sempre o instante de melhorar."

"Somos livres para decidir sobre os nossos atos, muito embora nos tornemos escravos de suas consequências."

"Compreender constantemente. Trabalhar sempre. Descansar quando se mostre necessário a pausa de refazimento. Parar nunca."

(trechos retirados do livro - O Mestre Chico Xavier -  de Luis Eduardo Matos)








 

terça-feira, 8 de novembro de 2016

CONHEÇA AS VIBRAÇÕES DOS DIAS DA SEMANA

Os dias da semana possuem uma correspondência planetária astrológica e suas vibrações peculiares.
Antigamente valorizava-se muito o dia da semana em que uma pessoa nascia, muitas vezes dando às crianças nascidas em determinado dia da semana um nome que combinasse com as vibrações daquele dia.
Na verdade, tudo nesta vida vibra alguma energia peculiar e os dias da semana não poderiam deixar de ter também suas vibrações específicas.
Para saber qual dia da semana você nasceu, existem sites específicos para isso em que você digita sua data de nascimento e aparece o seu dia da semana.

Mas independentemente do seu dia da semana natal, você pode utilizar o dia da semana que mais você se identifica para aproveitar melhor suas vibrações que o mesmo oferece. Porém, assim como existem as vibrações positivas, o inverso também existe. Todas as coisas têm suas polaridades. Entretanto você pode ver melhor qual delas você mais se adapta.
Também algumas cartas do Tarot de Marselha (principalmente dentre os 22 arcanos maiores) podem corresponder a cada dia da semana e sabendo disso, aproveitar os conselhos. Dentre as cartas, escolhi somente uma para cada planeta correspondente ao dia da semana, mas cada um pode escolher a sua ou acrescentar outras cartas também. Claro que para  tudo isso se faz necessário  que se creia e interaja com essas vibrações, tanto planetárias quanto das cartas, caso contrário não vai funcionar, justamente pela ausência de sincronicidade que toda falta de crença possui.
Seguem abaixo os dias da semana e suas respectivas  correspondências planetárias, suas cartas do Tarot e consequentemente suas vibrações correspondentes:

DOMINGO: Correspondência planetária - SOL - Carta do tarot correspondente -  O SOL: Vibrações positivas: Otimismo, alegrias, realizações, esclarecimentos, afeto correspondido, riqueza de espírito. Vibrações negativas: Falta de esclarecimento, dúvidas, irrealizações, grande tristeza, afeto não correspondido, pobreza de espiritualidade. Conselhos: Pare sempre  quando houver algum problema de difícil solução. Respire fundo, aceite as coisas como elas são e acredite em dias melhores. Busque a espiritualidade, e espere sua luz brilhar novamente.

SEGUNDA-FEIRA: Correspondência planetária - LUA - Carta do tarot correspondente - A LUA: Vibrações positivas: Sensibilidade, criatividade, imaginação fértil, empatia, sonhos, mistérios que inspiram. Vibrações negativas: Medos, desilusões, mistérios que perturbam, insensibilidade. Conselhos: Ouça e siga sempre sua intuição. Espere as coisas clarearem na sua mente  para poder decidir com mais firmeza. Use sua criatividade e use os medos ao seu favor, nunca contra.

TERÇA-FEIRA: Correspondência planetária - MARTE - Carta do tarot correspondente - O CARRO: Vibrações positivas: Impulso, decisão, avanço, determinação. Vibrações negativas: Agressividade, impaciência, tentativa de controle sobre as pessoas. Conselhos: Utilize seu impulso e agressividade na medida certa sem tentar controlar coisas e pessoas. Use sua inteligência e poder de lutar contra os obstáculos.

QUARTA-FEIRA: Correspondência planetária - MERCÚRIO - Carta do tarot correspondente - O MAGO: Vibrações positivas: Iniciativa, grande força de vontade, potencial para realizações, comunicação, curiosidade. Vibrações negativas: Fofocas, preguiça, comunicação ineficiente, quer fazer tudo ao mesmo tempo e acaba não tendo iniciativa. Conselho: Use seu poder de comunicação mais do que teu próprio potencial para realizar o que mais te interessa. Evite as dispersões e a preguiça, mas se ela estiver latente, espere a fase passar.

QUINTA-FEIRA: Correspondência planetária - JÚPITER - Carta do tarot correspondente - O DIABO: Vibrações positivas: Grande poder e energia. Instinto para sobrevivência, ambições. Vibrações negativas: Excessos, mau uso dos instintos e das energias, ou perda de energia para o bem. Desejos de domínio sobre as pessoas. Ambição desmedida. Conselho: Controle os excessos e use suas energias para o bem de si e dos outros.

SEXTA-FEIRA: Correspondência planetária - VÊNUS - Carta do tarot correspondente: OS ENAMORADOS: Vibrações positivas: Afetividade, união, harmonia dos opostos, beleza, relacionamentos benéficos. Vibrações negativas: Indecisão, traição, confusão, desunião. Conselho: Não decida na dúvida. Procure o equilíbrio. Seja leal e opte sempre em decidir pelos sentimentos nobres, não pelas emoções vulgares ou frívolas.

SÁBADO: Correspondência planetária - SATURNO - Carta do tarot correspondente: O IMPERADOR: Vibrações positivas: Responsabilidade, amadurecimento, poder e controle sobre as emoções. Realização. Liderança. Vibrações negativas: Inflexibilidade, rigidez, controle abusivo, possessividade. Conselho: use sua coragem e liderança para lidar com obstáculos, mas controle sua possessividade a qualquer custo.



Se você nasceu num determinado dia da semana, isso não quer dizer que você venha ter obrigatoriamente esses atributos planetários e as mesmas vibrações deles e das cartas, pois tudo vai depender da integração de vários fatores. Portanto é apenas uma probabilidade.
Caso queira dar início a algum projeto ou objetivo, veja as vibrações desse dia da semana e veja se coincide.





 

MENSAGENS MAIS LIDAS